Mandioca: entres as páginas de história e os fogões – Combina com Mate Couro

3 sobremesa mineiras em calda – Combina com Mate Couro
28/03/2016
Polenta, bambá e bolo cremoso: receitas deliciosas com fubá – Combina com Mate Couro
11/04/2016
Mostrar tudo

Mandioca: entres as páginas de história e os fogões – Combina com Mate Couro

A história da mandioca em território nacional começou muito antes da chegada de Portugal. Os índios encontraram nela alimento nutritivo e forte, e que ao mesmo tempo poderia ser cultivado facilmente nos mais diversos tipos de solo. Arqueólogos encontraram vestígios do consumo da mandioca que datam muitos anos antes da colonização. A mandioca também exercia importância social dentro das aldeias.

 

Durante a colonização foi primordial para que os portugueses pudessem sobreviver ao clima diferente e às intempéries da floresta. Eles trocaram o trigo, com plantio mais complicado, pela mandioca e passaram a usar em bolos, pães e afins. Mais tarde, a mandioca era também o principal alimento de escravos, os verdadeiros responsáveis pelo crescimento agrícola de grande parte do país.

 

Anos depois, a mandioca passou a ganhar o país e começou a ser cultivada em todas as regiões, ainda que de forma simples para o consumo próprio e transformação em farinhas. Seu plantio barato e cuidados simples facilitaram para que se tornasse base alimentar de diversos estados, inclusive em Minas Gerais, onde juntamente com os estados de São Paulo e Paraná, passaram a cultivar de forma mais mecânica e profissional.

 

Até hoje, o estado é um dos maiores produtores de mandioca do país, segundo o IBGE, principalmente na região sul do estado ou no Triângulo Mineiro. A maioria da produção é de subsistência, ou seja, voltada para a alimentação própria de pequenos produtores, mas grande parte é enviada para todos os demais estados.

 

A mandioca teve e ainda tem grande importância no prato e no cotidiano das pessoas. É fonte de renda de muitas famílias, empresas e afins, fazendo dela um importante ingrediente para o crescimento econômico.

 

Na culinária, a mandioca vem sendo usada como acompanhamento ou prato principal de diversos pratos brasileiros, incluindo os mineiros. A mandioca é consumida como farinha em bolos, pães e doces. A mandioca vira polvilho que é consumido em formato de tapiocas, biscoitos e no famoso pão de queijo.

 

Além disso, a mandioca também é consumida inteira, cozida acompanhada de molhos e carnes, frita como petisco nos bares espalhados por todo o país e como acompanhamento em pratos típicos como o Tutu, feijão tropeiro e afins.

Comentários

Comentários

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *